março 30, 2009

Pré-Yôga

Muitas são as pessoas que nos têm vindo perguntar em que consistem as aulas de pré-Yôga, pois muito bem, aqui vai a descrição:

Pré-Yôga

É o estágio preliminar, obrigatório antes do interessado ter acesso ao Yôga propriamente dito. Deve permanecer no Pré-Yôga apenas um mês (ou, no máximo, três, a critério do seu instrutor), a menos que seu objetivo seja unicamente o de dedicar-se a uma técnica biológica e não queira de maneira nenhuma praticar Yôga. Nesse caso, vai trabalhar exclusivamente o corpo, com efeitos imediatos, intensos e de larga duração. Desenvolve a flexibilidade, a vitalidade, o tônus muscular e a saúde como um todo. Tem uma proposta descomplicada, sem filosofia, sem compromissos, sem sânscrito. Consiste em técnicas biológicas sem cansaço, baseadas em movimentos conscientes, sem repetição, que atuam prioritariamente em três áreas:

1) Flexibilidade – esta compreende o alongamento muscular e a flexibilização articular, pois o alongamento só actua no âmbito muscular; contudo, se queremos conquistar uma boa flexibilidade, precisamos aumentar o ângulo de amplitude das articulações.

2) Tônus muscular – visa ao aumento de força, à definição da musculatura e ao enrijecimento dos tecidos, sem comprometer a flexibilidade.

3) Vitalidade – ao realizar um trabalho continuado e gradual que promove profundas mudanças na vascularização da massa muscular, reforçadas pelo aumento de oxigenação celular e a redução do stress, o resultado é uma sensação de bem estar, boa disposição, alegria de viver e incremento na saúde de todos os tecidos e órgãos do corpo.

Extraído do livro Faça Yôga antes que você precise, DeRose.

Boas práticas!!!

Sem comentários:

Enviar um comentário